Episódio #1 – Membro de Igreja vs Cristão vs Discípulo

Reproduzir

Nesse primeiro episódio do Podcast Papo Reto, Marco, Hélio, Klebert, Walter e Will discutem sobre as diferenças entre membro de igreja, cristão e discípulo.

Aprenda qual deve ser a sua torcida ao levar alguém na igreja, entenda quem chamava cristãos de cristãos, e comente neste novo podcastinho para nos ajudar a entender quem está aí do outro lado com o ouvido colado no fone.

Comentarios

3 respostas para “Episódio #1 – Membro de Igreja vs Cristão vs Discípulo”

  1. Mto bom! parabéns pela iniciativa.

    Alguém citou os “prosélitos” no decorrer do diálogo e isso me lembrou de Spurgeon que no livro ” O conquistador de Almas”, no capítulo ” O que é conquistar uma alma?” diz: ” [..] Queremos levar os homens a Cristo, e não a nossos conceitos particulares de cristianismo. Nosso primeiro cuidado é no sentido de que as ovelhas se reúnam com o grande Pastor. [..] Fazer prosélitos é um bom trabalho para fariseus. Levar almas para Deus é o honroso propósito dos ministros de Cristo”.

    O mesmo autor afirma ainda no mesmo capítulo: ” [..] Devemos ver as igrejas prosperarem porque Deus abençoa os homens por meio delas, e não por causa das igrejas em si. [..] O crescimento do reino é mais desejável que o aumento de um clã sectário”.

    Eu penso que Isso traz a responsabilidade de pregar pro meu próximo pra um nível mais pessoal, pq me conscientiza que essa realidade só é possível se eu ‘for como Cristo’. E a partir da vida de Cristo em mim, o outro é alcançado e atraído para Ele, e não pra igreja dEle, apenas, o que é completamente diferente.

    Mais uma vez parabéns pela iniciativa.. vou divulgar.

    Abçs!

    1. Obrigado Jesse! Voce eh oficialmente o nosso primeiro ouvinte, acabou de ganhar o direito de ouvir de graca o segundo episodio no mes que vem! ;-p

      Abracao!
      Will

  2. Muito bom o tema!
    Obgda por contribuir com inteligência sobre temas importantes como esse!

    Sobre a urgência de levar as pessoas para Cristo, penso que teríamos q definir primeiro o que seria esse “chegar a Cristo” e depois considerar o “Como levar as pessoas a Cristo”!
    No primeiro item, a discussão parece explicar que existe um lugar que Deus queira que as pessoas atinjam p serem consideradas de Cristo! E o ladrao da cruz vem provar que vc só precisa aceitar, sem mudar absolutamente nada! NADA! Que vc já estaria salvo! Logo, ainda q eu julgue q a pessoa não teve tempo suficiente para receber todo o ritual de batismo, se ela aceitou Jesus no coração dela…

    Já o segundo item do “Como” deveria ser questionado no método pq o atual de estudo bíblico seguido de batismo seguido de cargo na igreja, não só não funciona, como nem seria o plano de comunhão/discipulado!
    Comunhão e discipulado não são atingidos por rituais de assistir culto, estudar trechos da bíblia, cantar músicas específicas, comer e falar de uma forma específica – isso é ideologia de vida- Comunhão/discipulado Eh antes de qualquer coisa conviver com Jesus! E pasmem: conviver, dentro ou fora da igreja!

    A discussão pressupõe que ser membro de igreja pode ser um meio de ser discípulo, e infelizmente vejo q hoje, o cômodo de sentar e escutar apenas impede isso!
    Sair do conforto para sermos transformados de glória em glória à imagem e semelhança de Cristo, envolve sair do banco! E levar as boas novas de uma vida de liberdade das drogas, da tristeza, da falta de saúde e esperança para quem não é considerado digno de entrar no rol dos Santos bem vestidos guardadores do sábado (aka eu, vcs, Nós!)

    Maravilha de tema!
    Ansiosa pelo próximo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *